quarta-feira, dezembro 28, 2005

A vida de Brian





Neste natal tive de ver vários filmes, a maioria para esquecer, mas ofereceram-me um que compensa todos os outros: “A vida de Brian”.
Não sendo um filme histórico propriamente dito, é uma sátira bem concebida; já tinha visto o filme há uns anos atrás (sem legendas o que dificultava a compreensão de muitas piadas).
Brian é um jovem que nasce na mesma altura que Jesus Cristo em Israel e leva uma vida paralela (mas não similar). Leva uma vida banal (assistindo a sermões e apedrejamentos), até que entra num grupo anti-romano (creio que é o Judean People's Front, mas não tenho a certeza), que passam o tempo a reunir-se para discutir a opressão romana mas que consideram o seu maior inimigo os outros movimentos. Sem querer torna-se num profeta seguido e adulado por uma multidão (quando ele lhes diz que devem pensar por eles próprios eles repetem em coro que devem pensar por si próprios; formam-se também 2 movimentos rivais, os seguidores da cabaça e os da sandália); acaba por ser preso e crucificado (com os outros crucificados a cantar). As piadas variam entre uma feroz critica ao fanatismo religioso e grupos políticos e outras mais inofensivas, embora não sejam simples (romanes eunt domus). Pareceu-me curioso como muitas ideias apresentadas como nonsense iriam ter outro desenvolvimento.

2 comentários:

ernesto esteves disse...

FELIZ ANO NOVO ;)

Anónimo disse...

Filme genial.