quarta-feira, dezembro 21, 2005

Barry Lyndon




Um excelente filme (na minha opinião) de Stanley Kubrick. Embora não retrate um acontecimento real, descreve muito bem a segunda metade do séc. XVIII.
Barry Lyndon é um jovem irlandês do que poderíamos chamar de classe média que depois de um escândalo de amores, é obrigado a fugir. Leva uma vida aventurosa na Europa sendo soldado de Frederico o grande, espião, e jogador. Torna-se amante de uma mulher rica inglesa e casa com ela depois de ela enviuvar. Leva uma vida de grande aristocrata (festas) e efectua alguns investimentos com maus resultados. Traindo a mulher e dando-se mal com o enteado acaba por ficar mutilado por este num duelo, tendo de sair de casa e voltando a uma semi-pobreza.
A recriação da época a nível de roupas, decoração e costumes é primorosamente feita. A banda sonora embora não seja da época (há de tudo, desde Handel aos Chieftains) é adequada aos momentos do filme (sobretudo a sarabanda de Handel). O filme tem um ritmo lento e muito detalhado (a cena de sedução de Barry na mesa de jogo à que iria ser sua esposa ao som de Schubert é inesquecível).

4 comentários:

joão dias disse...

Excelente Blog, parca. Parabéns. Fico cliente.

fotArte disse...

Gostei de estar aqui. Desejo-lhe um Natal muito feliz. Ate a proxima e Felicidades

Bruna disse...

Olá, estava pequisando sobre histórias medievais... e achei teu blogger... muito criativo e interassante... Parabéns!

Anónimo disse...

Copiado na integra praticamente de:

http://clientes.netvisao.pt/amalmeid/barry_lyndon.htm

AVISO: este site tem direitos de autor!!!