terça-feira, junho 06, 2006

Manuscritos

Imagina o leitor que se depara com um manuscrito alemão. Este manuscrito refere que um dia o povo alemão encontrará um líder que o fará despertar (dado que são um povo eleito), e entrará em guerra com os franceses a quem conquistarão dado este ser um povo degenerado, depois expandir-se-ão para leste, e criarão um império universal; a falsa igreja de Roma será derrubada e substituída por uma verdadeira. Mas mais importante que tudo, destruirão a raça maldita dos judeus que são uma praga que consome a terra (e muito mais verborreia do género). Familiar? Se pensa que isto é um texto nazi, desengane-se: é um manuscrito do séc. XVI do “anónimo de Nuremberga”. Provavelmente um frade, de que se ignora quase tudo. Do que se sabe nem Hitler, nem qualquer um dos teóricos nazis o leu. O que arrepia ainda mais.

1 comentário:

Flavius Vitius disse...

Incrível. Dê mais detalhes.