quinta-feira, setembro 22, 2005

Beria


Ofereceram-me uma biografia sobre Béria e nos próximos tempos vou postar o que ler. Para quem ignora, foi o chefe da polícia secreta da U.R.S.S. de Estaline. Este possui os seus numerosos adeptos e detractores, entre os que o vêem como o grande líder do comunismo e os que acham que ele é comparável a Hitler. Béria não tem direito a nada disso, sendo visto como um mero carrasco do regime. Ainda só li a introdução mas o livro parece ser surpreendente. Embora longe de ser uma reabilitação deste sinistro personagem (responsável pela aplicação prática de toda a repressão Estalinista e tendo hábitos privados repulsivos), é visto como um sobrevivente de Estaline, que compreendendo a personalidade paranóica de Estaline, alimentava essa paranóia inventando conspirações e traidores, e bajulando-o de forma a desviar atenções para os outros e tornando-se todo-poderoso ao tornar-se indispensável. E o fim é surpreendente. Mais uma nota, sobre a descrição do ambiente que rodeava Estaline. Ao contrário do ambiente de Hitler que fazia uma separação entre as pessoas do seu ambiente de trabalho e o privado (Himmler, Goebels sendo personagens pilares do regime, não faziam parte do seu grupo íntimo em que se recolhia), parecendo semelhante a reuniões de vizinhos com mulheres e filhos, e falando de banalidades, mas tudo muito discreto, o grupo de Estaline parecia a reunião de um grupo de adolescentes travessos. Depois de passarem o dia todo a trabalhar juntos, reuniam-se à noite para jantarem, beberem, contarem anedotas, gabarem-se e elogiar o chefe; as mulheres não eram admitidas nesse ambiente.

1 comentário:

Béria Santos disse...

Bom,
Tenho o nome de Béria também....
E sempre que acho algum falando sobre ele "O Béria" procuro ler pois é uma vida paralela ao meu nome...
Acho estranho pois em minha personalidade posso encontrar algumas características semelhantes com o mesmo...
Torna-se asustador....
Sou evangélica ñ acredito em outras vidas ,porém, sempre fico muito encomodada e emocionada com os relatos dos campos da morte...
Sei que sempre quando leio sobre o assunto não acredito que um ser humano possa fazer parte da vida de outras pessoas desta forma, tendo em mãos o poder de decidir entre viver e morrer...
Fico triste e feliz em ter este nome...
Triste porque de uma certa forma levo em meu nome lembranças ruins para outros...
Feliz porque tenho a chance(tendo este nome) de escrever uma nova vida para este nome...

Meu msn é: beria5@msn.com